No fim de semana do dia 8 ao dia 10 de Julho a ITCP da UFRGS levou alguns empreendimentos incubados para Santa Maria, onde estava sendo realizada a 18º Feira Estadual do Cooperativismo.

No fim de semana do dia 8 ao dia 10 de Julho aconteceu em Santa Maria a 18º Feira Estadual do Cooperativismo e 7º Feira de Economia Solidária do Mercosul  o encontro reuniu 435 municípios, de 27 Estados do Brasil e de 15 países (da América Latina, Europa e África), Empreendimentos Solidários, Movimentos Populares, 220 Entidades e Organizações da Sociedade Civil e órgãos governamentais.

A viagem para lá começou na quinta feira, dia 7, com um encontro de todos os viajantes aqui na UFRGS, dentre os empreendimentos incubados pelo NEA/ITCP estiveram conosco na viagem representantes da VictorYes, Tambores de Angola, Bem Me Quer e DiBoa HipHop.

Nossa viagem até Santa Maria foi muito tranquila, só passamos por um engarrafamento de uma hora e depois fomos parados pela polícia rodoviária, fora isso a estrada estava muito boa e às 22h de quinta feira já estávamos no hotel Appel descansando e nos preparando para os dias seguintes.

O primeiro dia de feira começou conosco garantindo nosso espaço para expor os produtos dos quatro empreendimentos. Inicialmente a organização queria nos deixar com muito menos do espaço que era necessário para que pudéssemos deixar o mostruário, mas ao verem a quantidade de produtos e de empreendimentos que tínhamos pudemos dobrar o espaço.

A feira estava dividida em cinco partes, a maior delas era reservada para os empreendimentos solidários e seus produtos, tinha uma praça de alimentação junto a um palco onde ocorriam apresentações artísticas e culturais, uma feira de hortifrutigranjeiros, um espaço de oficinas no colégio Irmão José Otão (que também servia de dormitório para uma parte dos feirantes), e um espaço destinado para discussões.

Os três dias transcorreram tranquilamente, no primeiro, durante a abertura, o governador Tarso Genro falou sobre a Ecosol (http://www.estado.rs.gov.br/) seguido de um discurso da irmã Lourdes Dill, organizadora da FEICOOP.

Os dias eram agradáveis, a temperatura por lá estava boa, a movimentação na feira começava cedo tendo muitos visitantes logo pela manhã, e estes se mantinham constantes até o fim da tarde entre 19h e 20h. Os momentos de maior agitação eram quando a gurizada do Levante Popular da Juventude entrava na feira em clima de festa e cantoria gritando palavras de ordem e cantando muitas músicas. Durante a noite a temperatura baixava bastante, e dormir não era tão fácil para algumas pessoas, especialmente para aquelas que ficaram acampadas.

A seguir alguns links com informações sobre a feira:

http://www.esperancacooesperanca.org.br/feicoop/

http://www.ihu.unisinos.br/index.php?option=com_noticias&Itemid=18&task=detalhe&id=45020

http://unisinos.br/blog/ihu/

http://ecosolfeevale.blogspot.com/

Este slideshow necessita de JavaScript.