Nos dias 13 e 14 de setembro, foi implementada mais uma etapa do Projeto Adubação Verde, desenvolvido pelo Núcleo de Economia Alternativa (NEA), junto ao assentamento Filhos de Sepé, em Viamão.

Técnica Cromatografia do Solo

Esta fase compreendeu a realização de oficinas, ministradas pelo Engenheiro Agrônomo Sebastião Pinheiro, sobre as técnicas agroecológicas Cromatografia do Solo, Peletização de Sementes e Produção de Biofertilizantes. Na ocasião, estiveram envolvidos representantes das onze famílias cadastradas no projeto.

Os agricultores receberam sementes de verão, incluindo o feijão guandu e a crotalária – que enriquecem o solo e auxiliarão na “quebra do vento” -, o feijão miúdo e o girassol, bons fixadores de carbono. Também foram entregues sementes de Tremoço, espécie de inverno. Para a adequada conservação, os assentados realizarão a técnica da Peletização.

O projeto segue com o acompanhamento do Núcleo durante o período de plantio. Além do Engenheiro Agrônomo, participaram desta etapa o Economista Carlos Schmidt, a Nutricionista Gladis Kalil e a Bióloga Marília Cerciná.

Técnica da Peletização de Sementes

NEA e Assentamento Filhos de Sepé

O NEA vem acompanhando o trabalho agrícola do assentamento Filhos de Sepé, buscando aprimoramentos técnicos. Os projetos desenvolvidos visam ampliar as perspectivas econômicas das famílias, buscando minimizar o êxodo e contribuir para a autoestima da comunidade, fomentando práticas ecológicas nas dimensões ambiental, social e cultural.

Feira Mulheres da Terra

De 15 de maio a 19 de dezembro, está acontecendo na UFRGS a Feira Mulheres da Terra. Pelo segundo ano consecutivo, a Universidade recebe integrantes do assentamento Filhos de Sepé para a comercialização de alimentos orgânicos certificados, produtos coloniais e artesanatos.

A feira acontece das 15h30 às 18h30, terças no Campus Central (entre o Contraponto e a Faculdade de Educação) e quartas no Campus do Vale.